20 de dez de 2011

Uma lição sobre agendas

Quando eu me for meus pais vão entrar no meu quarto para lembrar das minhas coisas e como eu as usava, imaginarão as roupas postas em meu corpo, então, depois de horas de procura por algo interessante encontrarão minha agenda, vão abrir e notarão como havia, realmante, uma mente brilhante por trás desses meus lindos olhos verdes (hehe), prestarão atenção nas idéias que eu deixei, nas vontades que eu pretendia realizar entre outras anotações, inclusive esse texto que estou 'digitalizando', e marcando meu espaço na era digital. Será tarde demais? Mas afinal? Não foi sempre assim? Só damos valor para alguma coisa depois que a perdemos, inacreditavelmente, depois de milhares de anos, o Homem ainda não aprendeu a lição da vida, a dádiva que é o "presente", continua dando bola pro passado e programando o futuro, poxa pessoal, John Lennon um dia falou sobre a vida, perguntaram para ele : "O que é vida para você?", e ele naturalmente sábio repondeu: "Vida é aquilo que acontece enquanto lembrammos o passado e programamos nosso futuro.". Pessoal, olhem em volta e vejam quantas agendas ainda temos por aí, agendas das quais ainda podemos reconhecê-las, abrí-las e conhecer novas ideias, parem o que estão fazedndo (menos de ler o texto), e prestem atenção em quantas agendas de Capa Dura deixamos de abrir, limitados por problemas terrenos, quantas vidas podem ser salvas apenas por perdemos nosso futebolzinho da semanda para visitar um velho amigo, ou conhecer novos amigos, afinal eh pra isso que estamos aqui, para abrir agendas, botar observações em algumas, sermos totalmente flexíveis a ideias novas, vamos descobrir a mente brilhante de novas pessoas e elogiá-las enquanto ainda podemos receber em troca um sorriso de satisfação, enquanto ainda podemos salvar mais uma vida e outras ideias brilhantes.
Eu garanto pra vocês que iríamos nos sentir melhores podendo abraçar o dono da agenda, e jogar fora aquela capa dura, quantas mentes estão debaixo de capas de cadernos e agendas esperando para serem descobertas.

Um comentário: